Viagem à Coreia - maio de 2014
O Curso de Mestre

 

 

 

 

Esta viagem tinha como objectivo a participação no prestigiado Master Course da The Korea Hapkido Federation, que seria pela primeira vez frequentado por um português em territorio coreano.

Ao chegar mais uma vez a Incheon, de imediato tudo me parece familiar, no entanto há que rumar em direcção a Seul.

Chegado a Seul já tinha à minha espera, nada mais nada menos do que, o actual director da KHF GM Soon Book Bae, pertencente também à minha familia Eul Ji Kwan, um verdadeiro mestre!

Partimos então em direcção às instalações da KHF, local no qual mais uma vez foi agradável entrar e sentir que é onde tudo se decide.

Durante alguns dias tive a honra de acompanhar o GM Sun Book Bae nas suas visitas a autênticas lendas do hapkido KHF para algumas reuniões.

Uma das primeiras visitas foi a um lendário dojang, o do Grão-Mestre Na In Dong da família In Moo Kwan, que logo na entrada, na zona recepção de visitantes, me surpreendeu com algumas fotos do líder da Líbia, Khadafi e vários artefactos escritos em árabe.

Após alguns minutos de conversa ficou resolvido tal mistério: o mestre Na In Dong foi durante muitos anos instrutor de alguns dos guarda-costas de Khadafi.

Uma segunda visita, e não menos importante, foi a do dojang do GM Kim Nam Jae, protagonista da série televisiva Fight Quest Hapkido. No interior do seu dojang sentia-se e respirava-se Hapkido de todas as formas. Tive ainda a sorte enorme de ter recebido um exemplar, autografado pelo próprio GM Kim Nam Jae, do seu livro publicado e editado recentemente. Cinco estrelas!!

Sorte foi também poder treinar com o actual capitão da equipa de demonstração oficial da KHF Mestre Kim que também ele pertence à família Eul Ji Kwan e cujo dojang se localiza em frente ao hotel onde eu estava instalado. Nos dias anteriores ao curso, o dojang recebeu vários elementos da Rússia que treinaram connosco e seguiram também para o curso.

Chega então o dia de partirmos em direcção a Kyungun, localidade situada a cerca de 400 kms a sul de Seul.

Enquanto fazíamos a viagem de automóvel tive a oportunidade de ter uma conversa simplesmente incrível, focada no Hapkido, em que fui descobrindo antigas histórias, e sabendo mais sobre várias personalidades marcantes da nossa arte.

Chegados ao local, deparei-me com um cenário que não podia ser mais mistico, uma propriedade privada e situada no meio de altas montanhas.

Esta mesma infraestrutura tinha sido inaugurada em 2013 com o anterior Master Course, e tudo tinha sido devidamente pensado para termos umas boas condições de treino e comodidade.

Um silêncio total, um mega dojang, um edifício com quartos para cerca de 100 hóspedes, refeitório, sala de aulas e wireless, tudo isto rodeado por altas e verdejantes montanhas.

Aos poucos os candidatos foram chegando, começaram a ouvir-se vários idiomas. No primeiro briefing foram-nos dadas as boas vindas e fornecido algum material de apoio referente ao curso.

O curso iniciava às 06:00 com uma corrida matinal em dobok e sem pequeno almoço, a fazer lembrar os nossos tempos de serviço militar. Éramos organizados em dois pelotões e os instrutores acompanhavam-nos, nunca deixando ninguém quebrar a formação inicial.

Na frente a marcar a cadência com a sua voz e postura militar, um instrutor em excelente forma física!.

Fomos percorrendo as estradas de montanha e das aldeias que iam aparecendo pelo caminho, aos poucos alguns participantes iam ficando para trás. Ao meu lado tinha como companheiros um americano a cumprir serviço militar em Seul e um argentino; mantivemos o nosso trio chegando mesmo a pedir para acelerarem a passada, viva a boa disposição, dureza!

Após a corrida matinal seguia-se o pequeno almoço e logo de seguida iniciavam-se as aulas até cerca das 19/20:00.

As aulas englobaram/abordaram várias temáticas desde a história, ética, técnicas de hapkido, primeiros socorros no dojang; quase todos os professores do curso eram senior masters, ou seja, eram a “velha guarda” da KHF quase todos entre os 65 a 75 anos de idade.

Estes Mestres demonstraram uma técnica e energia incríveis, incluíndo o próprio presidente da KHF, Oh Se Lim, que também foi professor neste curso.

E assim foram passando os dias com algumas dores nos pulsos e articulações, até que surge o último e cruel dia de curso.

Chegados ao local, deparei-me com um cenário que não podia ser mais mistico, uma propriedade privada e situada no meio de altas montanhas.

Somos, então, numerados por parelhas e teremos que demonstrar em frente a um júri algumas técnicas propostas por eles para avaliação.

Passada a avaliação com êxito, vamos, então, para o anfiteatro onde foi ministrada uma aula, por alguns dos prelectores deste curso, e de seguida, recebermos os certificados de finalizaçãoo do master course das mãos dos prelectores.

Foi para mim uma grande honra receber o certificado diretamente das mãos do presidente da KHF, Oh Se Lim , uma lenda viva no hapkido tradicional.

Após a despedida dos nossos colegas de curso restava-me uma longa viagem de quase 400kms até Jecheon afim de me encontrar com o Mestre Ju onde iria ficar a treinar até ao final da minha jornada.

O reencontro com o Mestre Ju é sempre emotivo.. Seguiram-se dias de revisão do programa técnico e desenvolvimento de planos futuros!

Nota final: sinto-me orgulhoso de ser o primeiro português a realizar este prestigiado curso em solo coreano! Tenho a agradecer a minha mulher pelo meu tempo de ausência, aos meus alunos por me seguirem ao longo deste percurso e aos meus amigos pela motivação que me têm dado.



Ver fotografias da viagem >>